• Tag Archives Filosofia
  • Horizontes Del pensamento Jurídico (Estudios de Filosofía Del Derecho)

    Horizontes Del Pensamento Jurídico (Estudios de Filosofía Del Derecho) «€60.00»

    Luis Legaz hy Lacambra – Horizontes Del Pensamento Jurídico (Estudios de Filosofía Del Derecho) – Bosch , Casa Editorial – Barcelona – 1947. Desc.[584] pág / 23 cm x 16 cm / E. Pele

     

     

    Imagem relacionadaLuis Legaz y lacambra – Nascido em 17 de abril de 1906 em Zaragoza, estudou na Universidade de Zaragoza e na Universidade Central, onde recebeu seu doutorado. Posteriormente, foi professor nas universidades de La Laguna, Santiago de Compostela e Madrid, além de ser membro da Universidade de Zaragoza. Membro da Real Academia de Ciências Morais e Políticas e da Real Academia de Jurisprudência e Legislação,  a última instituição na qual ingressou em 1969. Foi considerado um dos teóricos mais importantes do sindicalismo nacional. Foi reitor da Universidade de Santiago de Compostela entre 1942 e 1960,  desde que lhe garantiu o cargo de advogado nas Cortes franquistas de 1943 a 1960, para voltar a ser eleito entre 1964 e 1967 por nomeação do chefe de Estado. Entre 1970 e 1974, foi diretor do Instituto de Estudos Políticos. Morreu em Madrid em 2 de maio de 1980.


  • Revista – Instituto de Cultura e Língua Portuguesa (ICALP)

    (1) – Revista / Março de 1985 – n.º1 – O Traçar do Rumo – Fernando Cristovão / Homenagem ao Instituto de Alta Cultura – lídio do Amaral /  A Praça do Príncipe Real e os Vários Prédios que o Circundam – Eduardo Martins Bairrada / Para Uma Perspectiva da Cultura Portuguesa – Fernando de Mello Moser / Uma Personalidade, Um Tempo, Uma Obra – Fernando Namora Fala a Maria Alzira Seixo / Inter-Bruxo: Um Analisador Ortográfico Interativo para o Português – Pedro Guerreiro / Homem de saber e de Fé: Padre Manuel Antunes: – A. L. de Sousa Franco / O Tratamento Lexicográfico de Texto africano em Língua Portuguesa. O «Africanismo» – Carlos Alberto Antunes Maciel / a Universidade de Coimbra Acolheu Tancredo Neves / Academia das Ciências de Lisboa / In Memoriam… /  Evocações Pessoanas / Prémios e Condecorações – Instituto de Cultura e Língua Portuguesa (ICALP) – Lisboa – 1985. Desc. 118 pág / 23 cm x 16,5 cm / Br. Ilust «€15.00»

    (2) – Revista / Agosto – Dezembro de 1985 – n.º2 & 3 – Linguagem e Ciência – Harald Weinrich / Gramática Pastrane Um Apontamento Bibliognóstico – Justino Mendes de Almeida / Uma Personalidade, Um Tempo, uma Obra – Luis Archer Fala a Maria de Lurdes Belchior / Questões Sobre a Cultura Portuguesa – Respostas e Prof. Dr. José Sebastião da Silva Dias / Língua e Cultura Portuguesa no Mundo – Fernando Cristóvão / Das Geometrias Labirínticas – Lima de Freitas / Linguagem e Celebração Religiosa – Albino Mamede Cleto / Letra da Lei em Tradução – José Pestana / Sociedade da Língua Portuguesa / Homenagens / Língua e Literatura na  Universidade dos Açores  – Instituto de Cultura e Língua Portuguesa (ICALP) – Lisboa – 1985. Desc. 176 pág / 23 cm x 16,5 cm / Br. Ilust «€15.00»

    (3) – Revista / Julho de 1986 – n.º 5 – Unidade da Língua Portuguesa / Maria Helena Mira Mateus  – Bases Analíticas da Ortografia Simplificada da Língua Portuguesa de 1945, renegociadas em 1975 e consolidadas em 1986  / Unificação ortográfica da Língua Portuguesa – João Malaca Casteleiro / A hora e a vez da Língua Portuguesa – Fernando Cristóvão / Um juízo sobre o novo Acordo Ortográfico – Ivo de Castro /  As origens do novo acordo – Luís F. Lindley Cintra  / O Acordo Ortográfico na praça pública  A Língua dos «Infantes» –  Eduardo Prado Coelho  /  Humortográfico /  Ortografia e Ortografia Portuguesa – José Gonçalo Herculano de Carvalho / Notícia sobre a elaboração da Terminologia Científica e Técnica da Língua Portuguesa / Maria Elisa Macedo Oliveira  – Uma Personalidade, Um Tempo Uma Obra – José de Matos / Cruz fala de Cinema Português  / Fernando Pessoa e os meandros da Solidão – António Mateus Vilhena / O Universo Telúrico de Aquilino Ribeiro (II) –  Antonio Valdemar / UMA INSTITUiÇÃO, UMA HISTÓRIA Os Jardins-Escolas João de Deus – Um Centro Cultural, Um · Método, Uma Cartilha /  Do ensino do Latim na actualidade – Maria Helena da Rocha Pereira / Foi a Espanha quem descobriu o Brasil? – Um depoimento a Espanha quem descobriu o Brasil? – Um depoimento descoberta do Brasil – Luís de Albuquerque / Prémios literários em Portugal – Dulce Matos  / O aniversário do Tratado de Windsor / Baquero Moreno – Instituto de Cultura e Língua Portuguesa (ICALP) – Lisboa – 1986. Desc. 168 pág / 23 cm x 16,5 cm / Br. Ilust «€15.00»


  • Biblos «Revista da Faculdade de Letras»

    Biblos «Revista da Faculdade de Letras»
    Biblos «Revista da Faculdade de Letras» Vol. LX * 1984 «€20.00»

    Biblos «Revista da Faculdade de Letras» – Jorge Gaspar – A Propósito de Ruralismo e Urbanismo em Geografia ou Fernandes Martins Geógrafo da Cidade / J. V. Silva Pereira – Alfredo Fernandes Martins , Testemunho de um Discípulo / Celeste de Oliveira Alves Coelho e Jorge Manuel dos Santos Oliveira – Variações da Qualidade da Água / Luciano Caetano – a Localização das industrias do Distrito de Aveiro. Ensaios e Métodos das Plêiades / Luciano Lourenço – as Cheias do Rio Alva / Maria Assunção Araujo – a Formação ‘Areno-Pelítica de Cobertura’ / Ana Cristina Macário Lopes – Linguística Textual: Objectivos e Pressupostos Teóricos / Cristina Robalo Cordeiro Oliveira – Le Grand Meaulnes e a Problemática do Romance Poético / Rita maria da Silva Martono – a Narrativa Neo-Realista Italiana / Maria Irene Ramalho de Sousa Santos – Da Crítica a Ficção: Harold Bloom  no Centro e na Margem / Srephen Wilson – Ulysses From The Outside / António Sousa Ribeiro – Os Intelectuais, a Politica e a Literatura na Republica de Weimar / José manuel Mota – Horror Vacui: Poética, Semiologia, Epistemologia em Ursula le Guin, ou o Taoismo Aristotélico / João Paulo Moreira – A Retórica das Ficções de Edgar Allan Poe / Manuel Augusto Rodrigues – Tradição Hebraica na Herzog-August-Bibliothek de Wolfenbüttel. – Kimchi, Pellikan. Münster, Elias levita e Reuchlin. Suas Obras Filológicas e Exegéticas / Jose Maria Amaro Mendes – Coimbra no primeiro Quartel do Século XX / Miguel Baptista Pereira – O Ser e o nada de J.-P. Sarte no Niilismo Europeu / Joaquim Ferreira Gomes – Dois Projectos de lei do Século XIX Para a criação de Cursos ou faculdades de Letras / Graciete Nogueira Batalha & Rafael Ávila de Azevedo – A Influencia da Cultura Portuguesa em Macau – Biblos «Revista da Faculdade de Letras – Vol. LX » Universidade de Coimbra – Coimbra – 1984. Desc.[665] pág / 25 cm x 19 cm / Br. Ilust


     

    Biblos «Revista da Faculdade de Letras» Vol. LX * 1984
    Biblos «Revista da Faculdade de Letras» Vol. LXI * 1985 «€20.00»

    Biblos «Revista da Faculdade de Letras» – Carlos Alberto Medeiros – Alvite (Planalto da Nave) – Originalidade Duma Aldeia de Montanha / Carminda Cavaco – Pluriactividade e Plurirrendimento entre as Famílias Agrícolas do Algarve / Yves Leloup – Le Tourisme dans I’IIe de Chypre / Jorge carvalho Arroteia – A Experiencia Imigratória do Grão-Ducado do Luxemburgo / Fernanda Delgado Cravidão – Breve Nota Sobre a Estrutura Social da População nos Finas do Século XIX, nas Freguesias de Febres, Mira e Quiaios / Maria Helena Mesquita Pina – O Bairro do Regadio (Matosinhos): Sua Caracterização Sócio-Econômica / Maria de Lurdes Roxo Mateus – Dinâmica profissional e Mobilidade Espacial da População na Periferia de Coimbra, de 1980 a 1955. Estudo Exemplificativo em três Freguesias / Vasco Gil Mantas – Dois Novos Miliários no Território de Conimbriga / Maria Helena da Rocha Pereira – Para a Compreensão da Arte Grega / Paula Bordalo Lema – Reflexões Espaciais Dum Modelo de Desenvolvimento. O Exemplo de Trás-os-Montes e Alto-Douro / Maria Manuela Gouveia Delille – Carolina Michaëlis de Vasconcelos (1851-1925) – Um aAlemã, Mulher e Erudita, em Portugal / Martin A. Kayman – How to Write Well and Influence people – Ezra Pound and Imagisme / b.N.Teesma – Erasmo, Retocado, Traduzido, Descritanizado e Judaizado. Duas Versões Portuguesas de «De ciuilitate morum puerilium:» Coimbra 1796, e Amesterdão 1816 / António Sousa Ribeirio – O Plágio da Criação. Karl Kraus e a Tradição Cultural / Carlos Guimarães – a Voz, as Vozes. Sobre Bildbescheibung de Heiner Müller / Maria António Ferreira H+orster – o Motivo da Boda nos Dramas Die Kleinbürgerhochzeit, de Bertolt Brecht, e Hochzeit, de Elias Canetti / António Martins da Silva – A Venda dos Bens Nacionais: A Carta de Lei de 15 de Abril de 1835 / Amadeu Carvalho Homem – Memória Sobre as Causas do Ultimato inglês de 1890 / Fernando Catroga – A Metafisica Indutiva de Antero de Quental / António Martins – Sobre a Reminiscencia em Platão / Antonio Pedro Pita – Uma estética da Inteligibilidade (“Autonomia” e “Cultura” no Pensamento de António Sergio) – Biblos «Revista da Faculdade de Letras – Vol. LXI » Universidade de Coimbra – Coimbra – 1985. Desc.[606] pág / 25 cm x 19 cm / Br. Ilust


  • Portugueses no Estudo de Salamanca (1250-1550)-1550

    Portugueses no Estudo de Salamanca (1250-1550)
    Portugueses no Estudo de Salamanca (1250-1550) «€50.00»

    Joaquim Veríssimo Serrão – Portugueses no Estudo de Salamanca (1250-1550) – Universidade da Faculdade de Letras de Lisboa / Imprensa de Coimbra Lda.- Lisboa / Coimbra. 1961. Desc. [515] pág + [16] Gravuras / 23 cm x 16 cm / Br. Ilust


  • Revista da Faculdade de Letras

    Revista da Faculdade de Letras - Tomo XXI - 2.ª série - N.º 1
    Revista da Faculdade de Letras – Tomo XXI – 2.ª Série – N.º 1 «€15.00»

    ( ) – Revista da Faculdade de Letras – Hernâni Cidade – Almeida Garrett – O Poetas / Joaquim Prado Coelho – Almeida Garrett Prosador / Carlos Estorninho – Garrett e a Inglaterra / Marius Valkhoff – Echanges Neerlando-Romans en France et dans la peninsule Iberique / Orlando Ribeiro – Primórdios da Ocupação das Ilhas de Cado Verde / Robert C. Smith – os Mausoléus de D. João V nas Quatro Partes do Mundo / W. G. L. Randles – The Sources of Sir Thomas More’s Utopia / Scarlat Lambrino – C. Arruntius Catelolius Celer, Gouvernet de Lusitanie sous Vespasien / Fernando de Almeida – c. César Príncipe da Juventude, Honrado em Idanha-a-Nova – (Recensões Críticas) – José de Almeida Pavão Junior – Garrett Clássico e Romântico – Ensaio (Hernâni Cidade) / F. da Costa Marques – Reflexões Sobre a Concepção Camoneana e sua Expressão Artística (Hernâni Cidade) / J. F. de Almeida Prado – Tomás Euder, Pintor Austríaco na Corte de D. João VI no Rio de janeiro (Hernâni Cidade) / Marcelo Caetano – as Cortes de 1385 (V. Rau) / A. R. Bridury – England and the Salt Trade in The  lates Middle Ages / P. E. Russell – The English Intervention in Spain & Portugal in the Time of Edward III & Richard II (V. Rau) / Rogério Azevedo – O Cântico Greco-Latino de Lamas (S.Lambrino) / A Criança Surda (A.- Moreira de Sá) / P. Lídio Sousa Ribeiro – o Curso de Psicologia Experimental e Curso de psicologia racional (A. Moreira de Sá) / P. Macdonald Tow, Personality Changes Following Frontal Leucotomy (A. Moreira de Sá) / Ramón Menéndez-Pidal – Tradicionalidad de las Crónicas Generales de España (Maria de Lourdes Belchior) / Thomas whitfield baldwin – William Shakespeare Adapts a Hanging (J. Monteiro-Grillo) / Lourenço Torres da Silva – Método Moderno para a Tradução do Latim (J. Mendes de Almeida) / Rubens C. Romanelle – O Vocabulário Indo-Europeu e o seu Desenvolvimento Semântico (J. Mendes de Almeida) / Dino Pieraccioni – Morfologia Storica Della Lingua Grega (Walter de Sousa Medeiros) / Frei e. Austin O’Malley – Tello ana theotonio, the Twelfth-century Founders of the Monastery of santa Cruz de Coimbra (Henrique Ruas) / Fernando Castelo-Branco – Dissertação Critica Sobre os Estatutos da Universidade de Coimbra / Fernando Castelo-Branco – Palácio nacional da Ajuda: catalogo das Joias e Pratas da Coroa / Fernando Castelo-Branco – Bracara Augusta – Universidade de Lisboa – Revista da Faculdade de Letras – Tomo XXI – 2.ª Série – N.º 1 – Imprensa de Coimbra – Coimbra – 1955. Desc.[256] pág + [8] Gravuras / 25 cm x 17 cm / Br.


    img_1702
    Revista da Faculdade de Letras – Tomo XXII – 2.ª Série – N.º 1 «€15.00»

    ( ) – Revista da Faculdade de Letras – Artur Moreira de Sá – Alguns Documentos Referentes ao Infante D. Pedro / Hernâni Cidade – Almeida Garrett / L. Bourdon – Francisco Dias, Le «Pilote Portugais Borgne» / Fernando Bandeira Pereira – O Paleolítico da Troia de Setúbal. Sua Origem e Significado / Carlos Estorninho – O Terramoto de 1755 e a sua Repercussão nas Relações Luso-Britânicas / António Coimbra Martins – O Padre Prévost e as Suas «Memórias do o Príncipe de Portugal» / Carlos  Azevedo – Um Retrato Português em Inglaterra / Maria de Lourdes Belchior Pontes – A Asia Extrema do Padre António de Gouveia. Relato Seiscentista da Evangelização da China nos séc XVI / Artur Moreira de Sá – Duas Obras Desconhecidas de Henrique Caiado / Justino Mendes de Almeida – Uma Carta do Rei Venturoso ao Papa Leão X…. – Uma Carta de D. Sebastião ao Humanista Aquiles Estaço / Th. Ruyssen, Les Sources de L’Internationalisme (Matos Romão) / Julio Pallí Bonet, Bonet, Homero en Espanã (Justino Mendes de Almeida) / Corpus Codicum latinorum et Portugalensium (J.M.A.) – Universidade de Lisboa – Revista da Faculdade de Letras – Tomo XXII – 2.ª Série – N.º 1 – Imprensa de Coimbra – Coimbra – 1956. Desc.[361] pág + [9] Gravuras / 25 cm x 17 cm / Br.


    Revista da Faculdade de Letras - Tomo XXII - 2.ª Série - N.º 2
    Revista da Faculdade de Letras – Tomo XXII – 2.ª Série – N.º 2 «€15.00»

    ( ) – Revista da Faculdade de Letras – Frédéric Mauro – L’Atlantique Portugais et les Esclaves (1570-1670) / Virgínia Rau – Uma Família de Mercadores Italianos em Portugal no Século XV os «Lomellini» / Jacques Heer – L’expansion maritime Portugaise a la fin du Moyen-Âge: la Méditerranée / C. R. Boxer – Some Contemporay Reactions to the Lisbon Earthquake of 1755 / A. H. de Oliveira Marques – A Pragmática de 1340 / A. Moreira de Sá – As Actas das Cortes de 1438 / Justino Mendes de Almeida – Institutiones Grammaticae ex Clenardo (A 1.ª Edição Portuguesa de Gramática Grego de Clenardo) / maria da Graça Carpinteiro – A Lírica de Camões / Carlos de Passos – o Mosteiro e a Igreja de santo Tirso (Hernâni Cidade) / carlos Passos – Colecção de Romances portugueses. Viagens na Minha Terra, de Almeida Garrett (H.C.) / Ivan Lins – Aspectos do Padre António Vieira (H.C.) / Giuseppe Carlo Rossi – Teatro Portoghese e Brasiliano (H.C.) – Universidade de Lisboa – Revista da Faculdade de Letras – Tomo XXII – 2.ª Série – N.º 2 – Imprensa de Coimbra – Coimbra – 1956. Desc.[250] pág + [1] Gravuras / 25 cm x 17 cm / Br.


    Revista da Faculdade de Letras - Tomo XXII - 2.ª Série - N.º 2
    Revista da Faculdade de Letras – III.ª Série – N.º 6 «€15.00»

     ( ) – Revista da Faculdade de Letras – Frederic Mauro – L’Historie, science de L’abstrait / A. Moreira de Sá – A Hereditariedade em Psicologia. Inteligência, Temperamento e Personalidade / Lívio Teixeira – Filosofia e História da Filosofia / D. Fernando de Almeida – Aras Inéditas, Igeditanas, Dedicadas a Marte / C. H. Patrides – as Relações de Milton em Portugal / Fernando de Mello Moser – Liturgia e Iconografia na Interpretação do «Auto da Alma» / Maria Leonor de Castro H. Teles – A Função da Poesia de Blake em «The Horse’ Mouth» / Rita Iriarte – A Distinção Entre Classicismo segundo Ernst Robert Curtins e Gustav René Hocke / Teolinda Gersão Moreno – Apontamentos Sobre o Romantismo e o Romance Moderno / Albert-Alain Bourdon – Le Marquis de Pombal et la reorganisation des flottes de Commerce Entre le Portugal et le Bresil (1753-1766) – Universidade de Lisboa – Revista da Faculdade de Letras – III.ª Série – N.º 6 – Imprensa de Coimbra – Coimbra – 1962. Desc.[199] pág + [1] Gravuras / 25 cm x 17 cm / Br.


    Revista da Faculdade de Letras - III.ª Série - N.º 6
    Revista da Faculdade de Letras – III.ª Série – N.º 9 «€15.00»

    ( ) – Revista da Faculdade de Letras – Jorge Alarcão – Um Peso de Balança Figurativo / Fernando de Almeida – Mais Divindades Lusitanas do Grupo «Band» / Wlodzimierz Antoniewicz – De la Figuration d’in Jeune Homme Phallique Graveé sur une de la Grotte de la Marche / C. Arambourg – L’évolution Transformiste des Hominiens / Jean Arnal – Notes sur la Datation des Hypogées Artificiels de L’Europe Occidentale / François Balsan- Grandeur et Simplicité d’um Savant / C. Barrière – Les Couteaux-Faucilles de Rouffignac / J. L. Baudet – Lé Dernier manuscrit de I’Abbé Breuil / António Beltrán – Nota Sobre el Grupo de tres Figuras Negas del Abrigo de «La Saltadora en le Barranco de la Valltorta (Castellón) / Pierre Bierson – L’Abbé Breuil et le «Clacto-Abbevillie» de Casablanca (Maroc) / Jacque Blanchard – L’Abbé Breuil et la Geologie du Quarternaire / P. Bosch-Gimpera – La Chonologie de I’Arte Rupeste Seminaturaliste et Schématique et la Mégalihique Portugaise / J. Bouchud – La Climat du Magdalénien en France d’après des Données Paléontologiques / Mary E. Boyle – Glimpses of the abbé Breuil’s work in Portugal and Portugueses África /  P. cadenat – La Station Rupestre de beit-el-Ghaolua« prè de Tiaret  (Algérie) / Mário Cardozo – O Trabalho da Madeira na Antiguidade da Península Hispânica / Louis Cayeux – Les Industries Clacto-abbevilliennes Normandes / Robert-p. Charles – À La Recherche de L’archétype Humain / Jean Chavaillon – Les Pièces á Tranchant Terminal. Essai de Classification / Eduardo Mário Cigliano – Las Indústrias Precerámicas em le Noroeste Argentino / Y. Coppens – L’ Époque Haddadienne. Une Page de la Protohistoire du Tchard / Gérard Cordier – Contribution à la Connaissance des Industries Paléolithiques en Quartzite du Bassin de la Garonne. Matériaux Provenaut de Cambernard (Haute Garome) / L. Coulonges – Le Périgordien post Glaciaire / Henri Delporte – La Stylisation des Vénus Périgordiennes / Renée l. Doize – Un épisode de Chasse à la Grotte de lascaux (Le Cheval qui Tombe) / Berbárd edeine – Le Néolithique de l’ouest Européen en Base Normandise Rubané Récent, cerny, Chassén. Rapports Interculturels et Chronologie / Denise Ferembach – Les Brachycrãnes Épipaléolithiques de Muge (Portugal) / O. da Veiga Ferreira – Recordação de Uma Viagem do Padre Henri Breuil ao Abrigo de Vale de Junco (Esperança) – Universidade de Lisboa – Revista da Faculdade de Letras – III.ª Série – N.º 9 – Imprensa de Coimbra – Coimbra – 1965. Desc.[279] pág + [2] Gravuras / 25 cm x 17 cm / Br.


    Revista da Faculdade de Letras - III.ª Série - N.º 11
    Revista da Faculdade de Letras – III.ª Série – N.º 11 «€15.00»

    ( ) – Revista da Faculdade de Letras – Donald E. Super – Vocational Development Theory. Persons, Positions and Processes / José Calve de Magalhães – A Nacionalidade de Álvaro País / F. Rebelo Gonçalves – Algumas Anotações ao Texto das Rimas Camonianas / Orlando Ribeiro – David Lopes / Luís F. Lindley Cintra – A Obra Filológica do prof. David Lopes / Pedro Cunha Serra – David Lopes (1867-1942) (Ensaio Bio-Bibliográfico) / Olívio Caeiro – Sobre um Alvitre de Friedrich Sengle para a Reforma das Poéticas Tradicionais / Iria Gonçalves – Privilégios de Estalajadeiros Portugueses (Século XIV e XV) / José V. de Pina – Humanismo e Renascimento. A Propósito de um Estudo de Ernst-Robert Curtius / Maria Helena Mira Mateus – Poesias de Jorge de Ágiar e de Jorge de Resende, e Duas Composições de João Roiz de Castelo Branco (Tentativa de Edição Crítica) – Universidade de Lisboa – Revista da Faculdade de Letras – III.ª Série – N.º 11 – Imprensa de Coimbra – Coimbra – 1967. Desc.[304] pág + [3] Gravuras / 25 cm x 17 cm / Br.


    Revista da Faculdade de Letras - III.ª Série - N.º 11
    Revista da Faculdade de Letras – III.ª Série – N.º 13 «€18.00»

    ( ) – Revista da Faculdade de Letras – Eugênio Asensio – Texto intergal y Comentario del Poemas de Sá de Miranda:«Ai son de los Vientos que van murmurando» / Marcel Bataillion – L’lle de la Palma en 1561 / Maria de Lourdes Belchior – Poesia e Realidade / Cleonice Berardinelli – os Sonetos de Antero. Tentativa de Análise Estrutural / Victor Buescu – Rua da Betesga / Raymond Cantel – La Retotrica Sagrada ou Arte de Pregar Novamente Descoberta Entre Outros Fragmentos Literários do Grande P. António Vieira / José Gonçalo Herculano de Carvalho – Conhecer Poético e Simbolo / Ivo de José de Castro – As Tardes de Verão, de Frei Jerónimo Baia / Hernani Cidade – Luís de Camões Num Soneto de Torcato Tasso / Luís Filipe Lindley Cintra – Tu e Vós, Como Formas de Tratamento de Deus, em Orações e na Poesia em língua Portuguesa / Jacinto do Prado Coelho – Francisco Dias Gomes, Crítico Literário / Fernando Cristóvão – Graciliano Ramos, Poeta / Sílvio Elia – Presença Portuguesa no Simbolismo Brasileiro / Hans Flasches – Para a Interpretação da Poesia «Pneumotóra» de Manuel Bandeira / Claude-Henri Fréches – Alberto Caeiro et le Monde Interieur / Jean-Michel Massa – Un Ami Portugais de Machado de Assis: Antonio Moutinho de Sousa / Maria Emília Ricardo Marques – Linguística Aplicada: Directrizes Básicas de Uma Programação / Gladstone Chaves Melo – O Enriquecimento da Língua em José de Alencar / Massaud Moisés – Fernando Pessoa e a Poesia do «Orpheu» / Gerald Moser – Alguns Sonetos Esquecidos de Cruz e Sousa / Joseph Maria Piel – Paço e Milhafre: História de Duas palavras e de Alguns Termos Congeneres / António Machado Pires – Uma Carta Inédita Sobre a Acção de 11 de Agosto de 1829 na Vila da Praia / Stephen Reckert – «Bis Repetita Placent» (Um Aspecto d’ A Poesia dos Trovadores) / Robert Ricard – Manuel Bernardes, Sor Juana Inés de la Cruz et le Pére Kircher / Andrée Rocha – Uma Carta inédita de D. Vicente Nogueira / Alberto Machado Rosa – «Boénia Espirituosa» em Coimbra / Giuseppe Carlo Rossi – Il Machivelli in Portogallo / Arnaldo Saraiva – As Influencias Poéticas Sobre o Jovem Carlos Drumond de Andrade / Maria Manuela Saraiva – Sartre, Mauriac e o Problema da Liberdade / Dieter Woll – Decifrando «A Confissão de Lúcio» – Universidade de Lisboa – Revista da Faculdade de Letras – III.ª Série – N.º 13 – Imprensa de Coimbra – Coimbra – 1971. Desc.[LXVIII] + [441] pág + [1] Gravuras / 25 cm x 17 cm / Br.


    Revista da Faculdade de Letras - III.ª Série - N.º 13
    Revista da Faculdade de Letras – III.ª Série – N.º 14 «€15.00»

    ( ) – Revista da Faculdade de Letras – José Van Den Besselaar – António Vieira e a Holanda / J. H. Ferreira Marques – Perpectivas de la Mesure de I’intelligence: Combien y a-t-il e Facteurs g ? / A. Moreira de Sá – Nótula Sobre as Dissertações de Psicologia Apresentadas nos últimos 20 anos na faculdade de Letras da Universidade de Lisboa / J. M. Ferreira Marques – O problema da Validade em Psicologia Deferencial / Luís  A. Caeiro – O «Teste Intercultural de Inteligência» de R. B. cattel. I – Análise Crítica dos Seus Fundamentos e Estrutura / Daniel Silva – A Perpectiva Psicanalista de Interpretação do TAT (Investigação Bibliográfica) / F. Gama Caeiro – A Historiografia das Filosofias Nacionais e Seus Problemas. A Propósito Duma Obra Recente / Olívio Caeiro – Schiller, Poeta Liríco. I- A Antologia Para o Ano de 1782 / Álvaro Pina – Breve Nota crítica Sobre Hard Times, de Charles Dickens / Álvaro Pina – a Propósito da distinção Entre Story e Plot de E. M. Forster / Álvaro Pina – O Novo e o Velho. Livros Recentes Sobre Thomas Hardy / A. Moreira de Sá – Actas dos Conselhos da Universidade de 1505 a 1537 / Olívio Caeiro – Jonhannes Kleinstück, Wirklichkeit und Realitat / Olívio Caeiro – Erwin Theodor Resenthal. Das Fragmentarische Unisersum –  Universidade de Lisboa – Revista da Faculdade de Letras – III.ª Série – N.º 14 – Imprensa de Coimbra – Coimbra – 1971. Desc.[372] pág / 25 cm x 17 cm / Br.


    img_1711
    Revista da Faculdade de Letras – IV.ª Série – N.º 1 «€30.00»

    ( ) – Revista da Faculdade de Letras – Vanguarda, Ideologia e comunicação / João Barrento. – As viagens Longe da Porta de Vitorino Nemésio / Fernando Alves Cristóvão. – O Dito e o Interdito in Três Vingadores de José Régio / Maria João M. Brilhante e Maria Cristina Torres. – Uma homenagem académica a Dom João IV / José van den Besselaar. – A Edição de 1516 do Cancioneiro Geral de Garcia de Resende / Helena Marques Dias e Ivo Castro. – Boccacio em Santillana / M. Isabel López Bascuñana. – A partir de Geoffrey Hill / Joaquim Manuel Magalhães. – A Propósito de um Manuscrito do Museu Britânico sobre a visita de Byron a Portugal / J. Almeida Flor. – A reappraisal of the Merchant of Venice / F. de Mello Moser. – A Concepção Estética e Política da literatura em Heinrich Heine / Rita Iriarte. – Tás bom pá? Pá: tentativa de ensaio linguístico / Eberhard Axel Wilhelm. – A propósito de certas etimologias contestadas: Pala a Pala / Joseph M. Piel. – A ortografia de Duarte Nunes do Lião / Maria Leonor Carvalhão Buescu. – Aspectos distribucionais e sequenciais da organização informacional do discurso: uma aplicação ao código morfológico / Vasco R. Cabral. – Contribuição para uma lista portuguesa de respostas banais ao psicodiagnóstico de Rorschach / Isabel Bernardo Fernandes. – Marx, Freud e a psicologia social / Helmut Dahmer. – O jovem Hegel: subsídios para a leitura de O espiríto do cristianismo e seu destino / Leonel Ribeiro dos Santos. – Alexandre Herculano e o problema de Ourique: dois temas de reflexão /  F. Sales Loureiro. – Uma traça jesuíta para a antiga cidade de S. Tiago de Cabo Verde / Pedro Canavarro. – Notas de demografia regional: a comarca de Leiria em 1537 / Iria Gonçalves. – Algumas reflexões sobre a legislação monetária de Afonso III / Maria José Pimenta Ferro. – O Afluxo ao Meio Urbano no Timor português / Luís Filipe F. R. Thomaz – Universidade de Lisboa – Revista da Faculdade de Letras – IV.ª Série – N.º 1 – Imprensa de Coimbra – Coimbra – 1976-77. Desc.[731] pág + [1] Mapa / 23 cm x 16 cm / Br.

     


  • Oração Proferida no Estudo Geral de Lisboa (Oratio Habita… in Scholis Ulyxbonae)

    Oração Proferida no Estudo Geral de Lisboa (Oratio Habita... in Scholis Ulyxbonae)
    Oração Proferida no Estudo Geral de Lisboa (Oratio Habita… in Scholis Ulyxbonae) «€25.00»

    D. Pedro de Meneses – Oração Proferida no Estudo Geral de Lisboa (Oratio Habita… in Scholis Ulyxbonae) «Tradução de Miguel Pinto de Meneses » « Introdução de A. Moreira de Sá» – Instituto de Alta Cultura / Centro de Estudos de Psicologia e de História da Filosofia Anexo a Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa – Lisboa – 1964. Desc.[123] pág + [6] Gravuras / 23 cm x 16 cm / Br. Ilust


  • Comentário Sobre as Conclusões e em Defesa de Aristóteles as Calúnias de Pedro Ramo

    Comentário Sobre as Conclusões e em Defesa de Aristóteles as Calúnias de Pedro Ramo
    Comentário Sobre as Conclusões e em Defesa de Aristóteles as Calúnias de Pedro Ramo «€35.00»

    Antonio de Gouveia – Comentário Sobre as Conclusões e em Defesa de Aristóteles as Calúnias de Pedro Ramo – Instituto de Alta Cultura – Lisboa – 1966. Desc. [XXXVIII] + 206 pág / 24 cm x 16,5 cm / Br.


  • A Vénus de Kazabaïka

    A Vénus de Kazabaïka
    A Vénus de Kazabaïka «€50.00»

    Masoch – A Vénus de Kazabaïka «Tradução de Anna Hatherly e Prefácio de Júlio Moreira – Fernando Ribeiro de Mello / Edições Afrodite – Lisboa – 1966. Desc. 215 pág + 9 Ilustrações / 18 cm x 16 cm / Br. Ilust

    Obs. Obra publicada clandestinamente contra a Mesa de Censura no Estado Novo.

    Leopold Ritter von Sacher-Masoch (Lviv, 27 de janeiro de 1836 — 9 de março de 1895) foi um escritor e jornalista austríaco, cujo nome esteve na base da criação, pelo psiquiatra alemão Richard von Krafft-Ebing, do termo masoquismo. O termo deriva de seu nome graças ao seu romance A Vênus de Peles (1870) onde um dos personagem atinge o gozoapós ser surrado pelo amante da sua esposa. Durante sua vida, Sacher-Masoch ganhou renome por seus contos galicianos. Era conhecido também como um homem das letras, às vezes comparado com Ivan Turgeniev, que era visto como um potencial sucessor de Goethe. Foi um pensador utópico que com suas visões regionalista, moralista e doutrinária expôs um pouco das ideias socialistas e humanistas em seus escritos. Alguns de seus textos foram traduzidos para português por Koseritz


  • A Filosofia de Alcova

    A Filosofia de Alcova
    A Filosofia de Alcova «€50.00»

    Marquês de Sade – A Filosofia de Alcova «Tradução de Helder Henriques e Prefácio de David Mourão-e Luiz Pacheco» – Edição de Fernando Ribeiro de Mello / Edições Afrodite – Lisboa – 1966. Desc. 215 pág + 9 Gravuras Ilustradas / 18 cm x 16 cm / Br. Ilust. «Muito Procurado»

    Obs. Obra publicada clandestinamente contra a Mesa de Censura no Estado Novo.

    Donatien Alphonse François de Sade, o Marquês de Sade (Paris, 2 de Junho de 1740 — Saint-Maurice, 2 de Dezembro de 1814) foi um aristocrata francês e escritor libertino. Muitas das suas obras foram escritas enquanto estava na Prisão da Bastilha, encarcerado diversas vezes, inclusive por Napoleão Bonaparte. De seu nome surge o termo médico sadismo, que define a perversão sexual de ter prazer na dor física ou moral do parceiro ou parceiros . Foi perseguido tanto pela monarquia (Antigo Regime) como pelos revolucionários vitoriosos de 1789 e depois por Napoleão.Além de escritor e dramaturgo, foi também filósofo de ideias originais, baseadas no materialismo do século das luzes e dos enciclopedistas. Lido enquanto teoria filosófica, “o romance de Sade oferece um sistema de pensamento que desafia a concepção de mundo proposta pelos dois principais campos filosóficos no contexto da França pré-republicana: o religioso e o racionalista”.Sade era adepto do ateísmo e era caracterizado por fazer apologia ao crime (já que enfrentar a religião na época era um crime) e a afrontas à religião dominante, sendo, por isso, um dos principais autores libertinos – na concepção moderna do termo. Em suas obras,Sade, como livre pensador, usava-se do grotesco para tecer suas críticas morais à sociedade urbana. Evidenciava, ao contrário de várias obras acerca da moralidade – como por exemplo o “Princípios da Moral e Legislação” de Jeremy Bentham- uma moralidade baseada em princípios contrários ao que os “bons costumes” da época aceitavam; moralidade essa que mostrava homens que sentiam prazer na dor dos demais e outras cenas, por vezes bizarras, que não estavam distantes da realidade. Em seu romance 120 Dias de Sodoma, por exemplo, nobres devassos abusam de crianças raptadas encerrados num castelo de luxo, num clima de crescente violência, com coprofagia, mutilações e assassinatos.Duas personagens criadas por Sade foram suas ideias fixas durante décadas: Justine (que se materializou em várias versões do romance, ocupando muitos volumes), a ingênua defensora do bem, que sempre acaba sendo envolvida em crimes e depravações, terminando seus dias fulminada por um raio que a rompe da boca ao ânus quando ia à missa, e Juliette, sua irmã, que encarna o triunfo do mal, fazendo uma sucessão de coisas abjetas, como matar uma de suas melhores amigas lançando-a na cratera de um vulcão ou obrigar o próprio papa a fazer um discurso em defesa do crime para poder tê-la em sua cama. As orgias com o papa Pio VI em plena Igreja de São Pedro, no Vaticano, fazem parte da trama sacrílega e ultrajante do romance Juliette, com a fala do pontífice transformada em agressivo panfleto político: A Dissertação do Papa sobre o Crime. Sade tinha o costume de inserir panfletos político-filosóficos em suas obras. O panfleto Franceses, mais um Esforço se Quiserdes Ser Republicanos, que prega a total ruptura com o cristianismo, foi por ele encampado ao romance A Filosofia na Alcova(Preceptores Morais), no qual um casal de irmãos e um amigo libertino “educam” a jovem Eugénie para uma vida de libertinagem, mostrando-lhe aversão aos dogmas religiosos e costumes da época.  Tanto o surrealismo como a psicanálise encamparam a visão da crueldade egoísta que a obra de Sade expõe despudoradamente. Um exemplo de influência do Marquês de Sade na arte do século 20 é o cineasta espanhol Luis Buñuel, que em vários filmes faz referências explícitas a Sade: em A Idade do Ouro, por exemplo, retrata a saída de Cristo e dos libertinos do castelo das orgias de Os 120 dias de Sodoma. O sadismo também está explícito nas imagens mais surrealistas produzidas por Buñuel, como a navalha cegando o olho da mulher em O Cão Andaluz. Também há fortes referências sadianas em A Bela da Tarde e em Via Láctea, no qual aparece uma Cena em que Sade converte uma indefesa menina ao ateísmo. A influência de Sade pode ser notada também em autores como o dramaturgo francês Jean Genet, homossexual, ladrão e presidiário, que retoma muitos dos temas do marquês, também desenvolvidos em ambientes carcerários franceses.A questão da suposta homossexualidade de Sade (“Terá sido Sade um pederasta?”) foi formulada pela escritora francesa Simone de Beauvoir no clássico ensaio ‘É preciso queimar Sade? – Privilégios’. A autora conclui pela heterossexualidade de Sade, que sempre amou mulheres tolerantes a suas aventuras, embora tivesse um comportamento sexual atípico, defendendo o coito anal e chegando a pagar criados para sodomizá-lo publicamente em suas orgias, das quais a primeira mulher, Renné de Sade, teria participado. Atualmente, estudiosos da cultura e da literatura, como o sociólogo Ottaviano de Fiore, professor da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), compartilham a opinião de Simone de Beauvoir, creditando o comportamento e a imaginação literária do autor de ‘120 Dias de Sodoma’ a neuroses relacionadas a parafilias, como o gosto pelo lixo e pela sujeira, que na ficção sadeana desembocam na apologia do crime e na erotização da fealdade e das mais atrozes torpezas. “A crítica que faço à pergunta de Simone de Beauvoir é que, posta em sua época, ela remete à visão de seres humanos descontínuos,isto é, não vê, como actualmente se vê, um continum humano, mas vê um mundo repartido em que gays e outras minorias seriam descontínuos em relação a um padrão de ser humano dito normal, isto é, o gay seria o outro, que não partilharia da mesma condição humana, ponto de vista hoje considerado preconceituoso e racista, pois o padrão de ser humano mudou”, afirmou Ottaviano de Fiore. Na velhice, já separado de Renné, sua primeira mulher, mas, como sempre, preso por causa de suas ideias e de seu comportamento libertino, foi amparado pela actriz Marie-Quesnet, que mudou-se com ele para o Hospício de Charenton. Nessa época, sob o olhar tolerante de Marie-Quesnet, enamorou-se da filha de uma carcereira que tinha 14 anos quando o conheceu. Todos esses fatos estão rigorosamente documentados por Gilbert Lely, o mais importante biógrafo de Sade, compilador de suas cartas e autor do clássico ‘Vida do Marquês de Sade’. Sade morreu aos 74 anos, amado por duas mulheres, com quem planejava produzir peças teatrais pornográficas quando um dia saísse do hospício