• Tag Archives Arte Contemporânea
  • Revista – Instituto de Cultura e Língua Portuguesa (ICALP)

    (1) – Revista / Março de 1985 – n.º1 – O Traçar do Rumo – Fernando Cristovão / Homenagem ao Instituto de Alta Cultura – lídio do Amaral /  A Praça do Príncipe Real e os Vários Prédios que o Circundam – Eduardo Martins Bairrada / Para Uma Perspectiva da Cultura Portuguesa – Fernando de Mello Moser / Uma Personalidade, Um Tempo, Uma Obra – Fernando Namora Fala a Maria Alzira Seixo / Inter-Bruxo: Um Analisador Ortográfico Interativo para o Português – Pedro Guerreiro / Homem de saber e de Fé: Padre Manuel Antunes: – A. L. de Sousa Franco / O Tratamento Lexicográfico de Texto africano em Língua Portuguesa. O «Africanismo» – Carlos Alberto Antunes Maciel / a Universidade de Coimbra Acolheu Tancredo Neves / Academia das Ciências de Lisboa / In Memoriam… /  Evocações Pessoanas / Prémios e Condecorações – Instituto de Cultura e Língua Portuguesa (ICALP) – Lisboa – 1985. Desc. 118 pág / 23 cm x 16,5 cm / Br. Ilust «€15.00»

    (2) – Revista / Agosto – Dezembro de 1985 – n.º2 & 3 – Linguagem e Ciência – Harald Weinrich / Gramática Pastrane Um Apontamento Bibliognóstico – Justino Mendes de Almeida / Uma Personalidade, Um Tempo, uma Obra – Luis Archer Fala a Maria de Lurdes Belchior / Questões Sobre a Cultura Portuguesa – Respostas e Prof. Dr. José Sebastião da Silva Dias / Língua e Cultura Portuguesa no Mundo – Fernando Cristóvão / Das Geometrias Labirínticas – Lima de Freitas / Linguagem e Celebração Religiosa – Albino Mamede Cleto / Letra da Lei em Tradução – José Pestana / Sociedade da Língua Portuguesa / Homenagens / Língua e Literatura na  Universidade dos Açores  – Instituto de Cultura e Língua Portuguesa (ICALP) – Lisboa – 1985. Desc. 176 pág / 23 cm x 16,5 cm / Br. Ilust «€15.00»

    (3) – Revista / Julho de 1986 – n.º 5 – Unidade da Língua Portuguesa / Maria Helena Mira Mateus  – Bases Analíticas da Ortografia Simplificada da Língua Portuguesa de 1945, renegociadas em 1975 e consolidadas em 1986  / Unificação ortográfica da Língua Portuguesa – João Malaca Casteleiro / A hora e a vez da Língua Portuguesa – Fernando Cristóvão / Um juízo sobre o novo Acordo Ortográfico – Ivo de Castro /  As origens do novo acordo – Luís F. Lindley Cintra  / O Acordo Ortográfico na praça pública  A Língua dos «Infantes» –  Eduardo Prado Coelho  /  Humortográfico /  Ortografia e Ortografia Portuguesa – José Gonçalo Herculano de Carvalho / Notícia sobre a elaboração da Terminologia Científica e Técnica da Língua Portuguesa / Maria Elisa Macedo Oliveira  – Uma Personalidade, Um Tempo Uma Obra – José de Matos / Cruz fala de Cinema Português  / Fernando Pessoa e os meandros da Solidão – António Mateus Vilhena / O Universo Telúrico de Aquilino Ribeiro (II) –  Antonio Valdemar / UMA INSTITUiÇÃO, UMA HISTÓRIA Os Jardins-Escolas João de Deus – Um Centro Cultural, Um · Método, Uma Cartilha /  Do ensino do Latim na actualidade – Maria Helena da Rocha Pereira / Foi a Espanha quem descobriu o Brasil? – Um depoimento a Espanha quem descobriu o Brasil? – Um depoimento descoberta do Brasil – Luís de Albuquerque / Prémios literários em Portugal – Dulce Matos  / O aniversário do Tratado de Windsor / Baquero Moreno – Instituto de Cultura e Língua Portuguesa (ICALP) – Lisboa – 1986. Desc. 168 pág / 23 cm x 16,5 cm / Br. Ilust «€15.00»


  • Revista da Faculdade de Letras

    Revista da Faculdade de Letras - Tomo XXI - 2.ª série - N.º 1
    Revista da Faculdade de Letras – Tomo XXI – 2.ª Série – N.º 1 «€15.00»

    ( ) – Revista da Faculdade de Letras – Hernâni Cidade – Almeida Garrett – O Poetas / Joaquim Prado Coelho – Almeida Garrett Prosador / Carlos Estorninho – Garrett e a Inglaterra / Marius Valkhoff – Echanges Neerlando-Romans en France et dans la peninsule Iberique / Orlando Ribeiro – Primórdios da Ocupação das Ilhas de Cado Verde / Robert C. Smith – os Mausoléus de D. João V nas Quatro Partes do Mundo / W. G. L. Randles – The Sources of Sir Thomas More’s Utopia / Scarlat Lambrino – C. Arruntius Catelolius Celer, Gouvernet de Lusitanie sous Vespasien / Fernando de Almeida – c. César Príncipe da Juventude, Honrado em Idanha-a-Nova – (Recensões Críticas) – José de Almeida Pavão Junior – Garrett Clássico e Romântico – Ensaio (Hernâni Cidade) / F. da Costa Marques – Reflexões Sobre a Concepção Camoneana e sua Expressão Artística (Hernâni Cidade) / J. F. de Almeida Prado – Tomás Euder, Pintor Austríaco na Corte de D. João VI no Rio de janeiro (Hernâni Cidade) / Marcelo Caetano – as Cortes de 1385 (V. Rau) / A. R. Bridury – England and the Salt Trade in The  lates Middle Ages / P. E. Russell – The English Intervention in Spain & Portugal in the Time of Edward III & Richard II (V. Rau) / Rogério Azevedo – O Cântico Greco-Latino de Lamas (S.Lambrino) / A Criança Surda (A.- Moreira de Sá) / P. Lídio Sousa Ribeiro – o Curso de Psicologia Experimental e Curso de psicologia racional (A. Moreira de Sá) / P. Macdonald Tow, Personality Changes Following Frontal Leucotomy (A. Moreira de Sá) / Ramón Menéndez-Pidal – Tradicionalidad de las Crónicas Generales de España (Maria de Lourdes Belchior) / Thomas whitfield baldwin – William Shakespeare Adapts a Hanging (J. Monteiro-Grillo) / Lourenço Torres da Silva – Método Moderno para a Tradução do Latim (J. Mendes de Almeida) / Rubens C. Romanelle – O Vocabulário Indo-Europeu e o seu Desenvolvimento Semântico (J. Mendes de Almeida) / Dino Pieraccioni – Morfologia Storica Della Lingua Grega (Walter de Sousa Medeiros) / Frei e. Austin O’Malley – Tello ana theotonio, the Twelfth-century Founders of the Monastery of santa Cruz de Coimbra (Henrique Ruas) / Fernando Castelo-Branco – Dissertação Critica Sobre os Estatutos da Universidade de Coimbra / Fernando Castelo-Branco – Palácio nacional da Ajuda: catalogo das Joias e Pratas da Coroa / Fernando Castelo-Branco – Bracara Augusta – Universidade de Lisboa – Revista da Faculdade de Letras – Tomo XXI – 2.ª Série – N.º 1 – Imprensa de Coimbra – Coimbra – 1955. Desc.[256] pág + [8] Gravuras / 25 cm x 17 cm / Br.


    img_1702
    Revista da Faculdade de Letras – Tomo XXII – 2.ª Série – N.º 1 «€15.00»

    ( ) – Revista da Faculdade de Letras – Artur Moreira de Sá – Alguns Documentos Referentes ao Infante D. Pedro / Hernâni Cidade – Almeida Garrett / L. Bourdon – Francisco Dias, Le «Pilote Portugais Borgne» / Fernando Bandeira Pereira – O Paleolítico da Troia de Setúbal. Sua Origem e Significado / Carlos Estorninho – O Terramoto de 1755 e a sua Repercussão nas Relações Luso-Britânicas / António Coimbra Martins – O Padre Prévost e as Suas «Memórias do o Príncipe de Portugal» / Carlos  Azevedo – Um Retrato Português em Inglaterra / Maria de Lourdes Belchior Pontes – A Asia Extrema do Padre António de Gouveia. Relato Seiscentista da Evangelização da China nos séc XVI / Artur Moreira de Sá – Duas Obras Desconhecidas de Henrique Caiado / Justino Mendes de Almeida – Uma Carta do Rei Venturoso ao Papa Leão X…. – Uma Carta de D. Sebastião ao Humanista Aquiles Estaço / Th. Ruyssen, Les Sources de L’Internationalisme (Matos Romão) / Julio Pallí Bonet, Bonet, Homero en Espanã (Justino Mendes de Almeida) / Corpus Codicum latinorum et Portugalensium (J.M.A.) – Universidade de Lisboa – Revista da Faculdade de Letras – Tomo XXII – 2.ª Série – N.º 1 – Imprensa de Coimbra – Coimbra – 1956. Desc.[361] pág + [9] Gravuras / 25 cm x 17 cm / Br.


    Revista da Faculdade de Letras - Tomo XXII - 2.ª Série - N.º 2
    Revista da Faculdade de Letras – Tomo XXII – 2.ª Série – N.º 2 «€15.00»

    ( ) – Revista da Faculdade de Letras – Frédéric Mauro – L’Atlantique Portugais et les Esclaves (1570-1670) / Virgínia Rau – Uma Família de Mercadores Italianos em Portugal no Século XV os «Lomellini» / Jacques Heer – L’expansion maritime Portugaise a la fin du Moyen-Âge: la Méditerranée / C. R. Boxer – Some Contemporay Reactions to the Lisbon Earthquake of 1755 / A. H. de Oliveira Marques – A Pragmática de 1340 / A. Moreira de Sá – As Actas das Cortes de 1438 / Justino Mendes de Almeida – Institutiones Grammaticae ex Clenardo (A 1.ª Edição Portuguesa de Gramática Grego de Clenardo) / maria da Graça Carpinteiro – A Lírica de Camões / Carlos de Passos – o Mosteiro e a Igreja de santo Tirso (Hernâni Cidade) / carlos Passos – Colecção de Romances portugueses. Viagens na Minha Terra, de Almeida Garrett (H.C.) / Ivan Lins – Aspectos do Padre António Vieira (H.C.) / Giuseppe Carlo Rossi – Teatro Portoghese e Brasiliano (H.C.) – Universidade de Lisboa – Revista da Faculdade de Letras – Tomo XXII – 2.ª Série – N.º 2 – Imprensa de Coimbra – Coimbra – 1956. Desc.[250] pág + [1] Gravuras / 25 cm x 17 cm / Br.


    Revista da Faculdade de Letras - Tomo XXII - 2.ª Série - N.º 2
    Revista da Faculdade de Letras – III.ª Série – N.º 6 «€15.00»

     ( ) – Revista da Faculdade de Letras – Frederic Mauro – L’Historie, science de L’abstrait / A. Moreira de Sá – A Hereditariedade em Psicologia. Inteligência, Temperamento e Personalidade / Lívio Teixeira – Filosofia e História da Filosofia / D. Fernando de Almeida – Aras Inéditas, Igeditanas, Dedicadas a Marte / C. H. Patrides – as Relações de Milton em Portugal / Fernando de Mello Moser – Liturgia e Iconografia na Interpretação do «Auto da Alma» / Maria Leonor de Castro H. Teles – A Função da Poesia de Blake em «The Horse’ Mouth» / Rita Iriarte – A Distinção Entre Classicismo segundo Ernst Robert Curtins e Gustav René Hocke / Teolinda Gersão Moreno – Apontamentos Sobre o Romantismo e o Romance Moderno / Albert-Alain Bourdon – Le Marquis de Pombal et la reorganisation des flottes de Commerce Entre le Portugal et le Bresil (1753-1766) – Universidade de Lisboa – Revista da Faculdade de Letras – III.ª Série – N.º 6 – Imprensa de Coimbra – Coimbra – 1962. Desc.[199] pág + [1] Gravuras / 25 cm x 17 cm / Br.


    Revista da Faculdade de Letras - III.ª Série - N.º 6
    Revista da Faculdade de Letras – III.ª Série – N.º 9 «€15.00»

    ( ) – Revista da Faculdade de Letras – Jorge Alarcão – Um Peso de Balança Figurativo / Fernando de Almeida – Mais Divindades Lusitanas do Grupo «Band» / Wlodzimierz Antoniewicz – De la Figuration d’in Jeune Homme Phallique Graveé sur une de la Grotte de la Marche / C. Arambourg – L’évolution Transformiste des Hominiens / Jean Arnal – Notes sur la Datation des Hypogées Artificiels de L’Europe Occidentale / François Balsan- Grandeur et Simplicité d’um Savant / C. Barrière – Les Couteaux-Faucilles de Rouffignac / J. L. Baudet – Lé Dernier manuscrit de I’Abbé Breuil / António Beltrán – Nota Sobre el Grupo de tres Figuras Negas del Abrigo de «La Saltadora en le Barranco de la Valltorta (Castellón) / Pierre Bierson – L’Abbé Breuil et le «Clacto-Abbevillie» de Casablanca (Maroc) / Jacque Blanchard – L’Abbé Breuil et la Geologie du Quarternaire / P. Bosch-Gimpera – La Chonologie de I’Arte Rupeste Seminaturaliste et Schématique et la Mégalihique Portugaise / J. Bouchud – La Climat du Magdalénien en France d’après des Données Paléontologiques / Mary E. Boyle – Glimpses of the abbé Breuil’s work in Portugal and Portugueses África /  P. cadenat – La Station Rupestre de beit-el-Ghaolua« prè de Tiaret  (Algérie) / Mário Cardozo – O Trabalho da Madeira na Antiguidade da Península Hispânica / Louis Cayeux – Les Industries Clacto-abbevilliennes Normandes / Robert-p. Charles – À La Recherche de L’archétype Humain / Jean Chavaillon – Les Pièces á Tranchant Terminal. Essai de Classification / Eduardo Mário Cigliano – Las Indústrias Precerámicas em le Noroeste Argentino / Y. Coppens – L’ Époque Haddadienne. Une Page de la Protohistoire du Tchard / Gérard Cordier – Contribution à la Connaissance des Industries Paléolithiques en Quartzite du Bassin de la Garonne. Matériaux Provenaut de Cambernard (Haute Garome) / L. Coulonges – Le Périgordien post Glaciaire / Henri Delporte – La Stylisation des Vénus Périgordiennes / Renée l. Doize – Un épisode de Chasse à la Grotte de lascaux (Le Cheval qui Tombe) / Berbárd edeine – Le Néolithique de l’ouest Européen en Base Normandise Rubané Récent, cerny, Chassén. Rapports Interculturels et Chronologie / Denise Ferembach – Les Brachycrãnes Épipaléolithiques de Muge (Portugal) / O. da Veiga Ferreira – Recordação de Uma Viagem do Padre Henri Breuil ao Abrigo de Vale de Junco (Esperança) – Universidade de Lisboa – Revista da Faculdade de Letras – III.ª Série – N.º 9 – Imprensa de Coimbra – Coimbra – 1965. Desc.[279] pág + [2] Gravuras / 25 cm x 17 cm / Br.


    Revista da Faculdade de Letras - III.ª Série - N.º 11
    Revista da Faculdade de Letras – III.ª Série – N.º 11 «€15.00»

    ( ) – Revista da Faculdade de Letras – Donald E. Super – Vocational Development Theory. Persons, Positions and Processes / José Calve de Magalhães – A Nacionalidade de Álvaro País / F. Rebelo Gonçalves – Algumas Anotações ao Texto das Rimas Camonianas / Orlando Ribeiro – David Lopes / Luís F. Lindley Cintra – A Obra Filológica do prof. David Lopes / Pedro Cunha Serra – David Lopes (1867-1942) (Ensaio Bio-Bibliográfico) / Olívio Caeiro – Sobre um Alvitre de Friedrich Sengle para a Reforma das Poéticas Tradicionais / Iria Gonçalves – Privilégios de Estalajadeiros Portugueses (Século XIV e XV) / José V. de Pina – Humanismo e Renascimento. A Propósito de um Estudo de Ernst-Robert Curtius / Maria Helena Mira Mateus – Poesias de Jorge de Ágiar e de Jorge de Resende, e Duas Composições de João Roiz de Castelo Branco (Tentativa de Edição Crítica) – Universidade de Lisboa – Revista da Faculdade de Letras – III.ª Série – N.º 11 – Imprensa de Coimbra – Coimbra – 1967. Desc.[304] pág + [3] Gravuras / 25 cm x 17 cm / Br.


    Revista da Faculdade de Letras - III.ª Série - N.º 11
    Revista da Faculdade de Letras – III.ª Série – N.º 13 «€18.00»

    ( ) – Revista da Faculdade de Letras – Eugênio Asensio – Texto intergal y Comentario del Poemas de Sá de Miranda:«Ai son de los Vientos que van murmurando» / Marcel Bataillion – L’lle de la Palma en 1561 / Maria de Lourdes Belchior – Poesia e Realidade / Cleonice Berardinelli – os Sonetos de Antero. Tentativa de Análise Estrutural / Victor Buescu – Rua da Betesga / Raymond Cantel – La Retotrica Sagrada ou Arte de Pregar Novamente Descoberta Entre Outros Fragmentos Literários do Grande P. António Vieira / José Gonçalo Herculano de Carvalho – Conhecer Poético e Simbolo / Ivo de José de Castro – As Tardes de Verão, de Frei Jerónimo Baia / Hernani Cidade – Luís de Camões Num Soneto de Torcato Tasso / Luís Filipe Lindley Cintra – Tu e Vós, Como Formas de Tratamento de Deus, em Orações e na Poesia em língua Portuguesa / Jacinto do Prado Coelho – Francisco Dias Gomes, Crítico Literário / Fernando Cristóvão – Graciliano Ramos, Poeta / Sílvio Elia – Presença Portuguesa no Simbolismo Brasileiro / Hans Flasches – Para a Interpretação da Poesia «Pneumotóra» de Manuel Bandeira / Claude-Henri Fréches – Alberto Caeiro et le Monde Interieur / Jean-Michel Massa – Un Ami Portugais de Machado de Assis: Antonio Moutinho de Sousa / Maria Emília Ricardo Marques – Linguística Aplicada: Directrizes Básicas de Uma Programação / Gladstone Chaves Melo – O Enriquecimento da Língua em José de Alencar / Massaud Moisés – Fernando Pessoa e a Poesia do «Orpheu» / Gerald Moser – Alguns Sonetos Esquecidos de Cruz e Sousa / Joseph Maria Piel – Paço e Milhafre: História de Duas palavras e de Alguns Termos Congeneres / António Machado Pires – Uma Carta Inédita Sobre a Acção de 11 de Agosto de 1829 na Vila da Praia / Stephen Reckert – «Bis Repetita Placent» (Um Aspecto d’ A Poesia dos Trovadores) / Robert Ricard – Manuel Bernardes, Sor Juana Inés de la Cruz et le Pére Kircher / Andrée Rocha – Uma Carta inédita de D. Vicente Nogueira / Alberto Machado Rosa – «Boénia Espirituosa» em Coimbra / Giuseppe Carlo Rossi – Il Machivelli in Portogallo / Arnaldo Saraiva – As Influencias Poéticas Sobre o Jovem Carlos Drumond de Andrade / Maria Manuela Saraiva – Sartre, Mauriac e o Problema da Liberdade / Dieter Woll – Decifrando «A Confissão de Lúcio» – Universidade de Lisboa – Revista da Faculdade de Letras – III.ª Série – N.º 13 – Imprensa de Coimbra – Coimbra – 1971. Desc.[LXVIII] + [441] pág + [1] Gravuras / 25 cm x 17 cm / Br.


    Revista da Faculdade de Letras - III.ª Série - N.º 13
    Revista da Faculdade de Letras – III.ª Série – N.º 14 «€15.00»

    ( ) – Revista da Faculdade de Letras – José Van Den Besselaar – António Vieira e a Holanda / J. H. Ferreira Marques – Perpectivas de la Mesure de I’intelligence: Combien y a-t-il e Facteurs g ? / A. Moreira de Sá – Nótula Sobre as Dissertações de Psicologia Apresentadas nos últimos 20 anos na faculdade de Letras da Universidade de Lisboa / J. M. Ferreira Marques – O problema da Validade em Psicologia Deferencial / Luís  A. Caeiro – O «Teste Intercultural de Inteligência» de R. B. cattel. I – Análise Crítica dos Seus Fundamentos e Estrutura / Daniel Silva – A Perpectiva Psicanalista de Interpretação do TAT (Investigação Bibliográfica) / F. Gama Caeiro – A Historiografia das Filosofias Nacionais e Seus Problemas. A Propósito Duma Obra Recente / Olívio Caeiro – Schiller, Poeta Liríco. I- A Antologia Para o Ano de 1782 / Álvaro Pina – Breve Nota crítica Sobre Hard Times, de Charles Dickens / Álvaro Pina – a Propósito da distinção Entre Story e Plot de E. M. Forster / Álvaro Pina – O Novo e o Velho. Livros Recentes Sobre Thomas Hardy / A. Moreira de Sá – Actas dos Conselhos da Universidade de 1505 a 1537 / Olívio Caeiro – Jonhannes Kleinstück, Wirklichkeit und Realitat / Olívio Caeiro – Erwin Theodor Resenthal. Das Fragmentarische Unisersum –  Universidade de Lisboa – Revista da Faculdade de Letras – III.ª Série – N.º 14 – Imprensa de Coimbra – Coimbra – 1971. Desc.[372] pág / 25 cm x 17 cm / Br.


    img_1711
    Revista da Faculdade de Letras – IV.ª Série – N.º 1 «€30.00»

    ( ) – Revista da Faculdade de Letras – Vanguarda, Ideologia e comunicação / João Barrento. – As viagens Longe da Porta de Vitorino Nemésio / Fernando Alves Cristóvão. – O Dito e o Interdito in Três Vingadores de José Régio / Maria João M. Brilhante e Maria Cristina Torres. – Uma homenagem académica a Dom João IV / José van den Besselaar. – A Edição de 1516 do Cancioneiro Geral de Garcia de Resende / Helena Marques Dias e Ivo Castro. – Boccacio em Santillana / M. Isabel López Bascuñana. – A partir de Geoffrey Hill / Joaquim Manuel Magalhães. – A Propósito de um Manuscrito do Museu Britânico sobre a visita de Byron a Portugal / J. Almeida Flor. – A reappraisal of the Merchant of Venice / F. de Mello Moser. – A Concepção Estética e Política da literatura em Heinrich Heine / Rita Iriarte. – Tás bom pá? Pá: tentativa de ensaio linguístico / Eberhard Axel Wilhelm. – A propósito de certas etimologias contestadas: Pala a Pala / Joseph M. Piel. – A ortografia de Duarte Nunes do Lião / Maria Leonor Carvalhão Buescu. – Aspectos distribucionais e sequenciais da organização informacional do discurso: uma aplicação ao código morfológico / Vasco R. Cabral. – Contribuição para uma lista portuguesa de respostas banais ao psicodiagnóstico de Rorschach / Isabel Bernardo Fernandes. – Marx, Freud e a psicologia social / Helmut Dahmer. – O jovem Hegel: subsídios para a leitura de O espiríto do cristianismo e seu destino / Leonel Ribeiro dos Santos. – Alexandre Herculano e o problema de Ourique: dois temas de reflexão /  F. Sales Loureiro. – Uma traça jesuíta para a antiga cidade de S. Tiago de Cabo Verde / Pedro Canavarro. – Notas de demografia regional: a comarca de Leiria em 1537 / Iria Gonçalves. – Algumas reflexões sobre a legislação monetária de Afonso III / Maria José Pimenta Ferro. – O Afluxo ao Meio Urbano no Timor português / Luís Filipe F. R. Thomaz – Universidade de Lisboa – Revista da Faculdade de Letras – IV.ª Série – N.º 1 – Imprensa de Coimbra – Coimbra – 1976-77. Desc.[731] pág + [1] Mapa / 23 cm x 16 cm / Br.

     


  • Le Portugal

    IMG_1261
    Le Portugal «€35.00»

    Rui Rasquilho – Le Portugal (Tradução de Filipe Jarro) – Editions Minerva – Geneve – 1983. Desc. S/N / 32 cm x 24 cm / E Ilust.


  • Estatuária de Lisboa

    IMG_1272
    Estatuária de Lisboa «€20.00»

    Rafael Laborde Ferreira e Victor Manuel Lopes Ferreira – Estatuária de Lisboa – Edição Amigos do Livro & Câmara de Lisboa – 1985. Desc. 447 pág / 19 cm x 13 cm / Br. Ilust.


  • Bernardo Marques 1898 – 1962-1962

    IMG_1265
    Bernardo Marques 1898 – 1962 «€20.00»

    Bernardo Marques 1898 – 1962 –  Marina Bairrão Ruivo – Bernardo Marques 1892 – 1962 / Rui Afonso Santos – Artes Aplicadas e Decoração / David Mourão-Ferreira – ilustração de Obras Literárias / Fernando de Azevedo – Sintra / José-Augusto França – Cem Anos Depois / Maria Helena de Freitas – a Janela do Atelier  – Museu do Chiado – Ministério da Cultura & Instituto dos Museu – Lisboa – 1998. Desc. 120 pág / 28 cm x 24 cm / Br. Ilust

    Bernardo Loureiro Marques (Silves (Portugal), 21 de Novembro de 1898 – Lisboa, 28 de Setembro de 1962) foi um pintor, ilustrador e artista gráfico português. Figura destacada da 2ª geração de pintores modernistas portugueses, Bernardo Marques participou no movimento renovador das artes em Portugal nas primeiras décadas do século XX. Foi autor de uma obra vasta e multifacetada, centrada sobretudo no desenho, artes gráficas e decoração.Bernardo Marques nasce em Silves, no Algarve, a 21 de Novembro de 1898. Frequenta o liceu de Faro e, em 1918, começa os estudos na Faculdade de Letras de Lisboa (onde conhece Ofélia Marques, sua futura mulher) que abandona em 1921. Não frequenta o ensino artístico e, tal como outros pintores da sua geração, como Mário Eloy ou Carlos Botelho, será um artista essencialmente autodidata. Devido a uma alergia aos materiais da pintura a óleo, o trabalho de Bernardo Marques desenvolver-se-á no desenho. Em 1920 expõe coletivamente pela primeira vez, participando na III Exposição dos Humoristas Portugueses, ao lado de artistas como Almada Negreiros, Emmerico Nunes ou Cristiano Cruz. Em 1929 faz uma estadia na Alemanha e, no ano seguinte, participa no I Salão dos Independentes, SNBA. Em 1921 inicia atividade gráfica, que irá ocupá-lo de modo regular ao longo da vida, trabalhando em publicidade (anúncios, cartazes), colaborando em jornais, livros e revistas. Do seu intenso trabalho como ilustrador e artista gráfico podem destacar-se as colaborações em jornais como o Diário de Notícias (onde publica a crónica Os domingos de Lisboa, 1925-1929) ou em revistas como Civilização, Imagem, Kino, Presença, ABC, ABC a rir, Revista Portuguesa, Europa, Contemporânea, O Sempre Fixe, Notícias Ilustrado, Atlântico, Variante, etc. Colabora no ETP – Estúdio Técnico de Publicidade de José Rocha. Faz ilustrações, capas e grafismo de obras literárias para editoras como Guimarães, Inquérito, Estúdios Cor, Livros do Brasil, Ática (cuja direção técnica e artística assume a partir de 1947), etc. Dirige graficamente as revistas Panorama (1941-49), Litoral (1944-45) eColóquio (a partir de 1959). A partir de 1948 Bernardo Marques terá oportunidade para se concentrar mais no desenho como atividade autónoma. Em 1931 trabalha na decoração do pavilhão de Portugal na Exposição Internacional e Colonial de Vincennes, Paris (com Fred Kradolfer, Carlos Botelho e José Rocha). A partir de 1937 integra, juntamente com Carlos Botelho, Fred Kradolfer, José Rocha, Tom, Emmerico Nunes e Paulo Ferreira, a equipa de decoradores do S.P.N. encarregues da realização dos pavilhões de Portugal nas seguintes exposições: Exposição Internacional de Artes e Técnicas, Paris, 1937; Feira Mundial de Nova Iorque, Nova Iorque, 1939; Exposição Internacional de São Francisco, Califórnia, 1939. Em 1940 integra a equipa de decoradores da Exposição do Mundo Português, Lisboa. Colabora como cenógrafo e figurinista em produções do Grupo de Bailados Portugueses Verde-Gaio (Ribatejo, 1940; O Homem do Cravo na Boca, 1941). Na década de 1950 participa em várias mostras coletivas, nomeadamente na I Exposição de Artes Plásticas da Fundação Calouste Gulbenkian, 1957, onde lhe são atribuídos os prémios de desenho e de aguarela. Morre em Lisboa 28 de Setembro de 1962. O seu trabalho é apresentado postumamente em várias exposições individuais, nomeadamente na Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa (1966, 1982, 1989, 1999). A prática artística de Bernardo Marques estende-se por um período de mais de 40 anos e abrange uma multiplicidade de áreas. Dedicou-se ao desenho, ao desenho de humor; fez ilustração (podem destacar-se as ilustrações para O Livro de Cesário Verde); trabalhou em cenografia; trabalhou como decorador nas equipas do SPN / SNI. “Foi gráfico a tempo inteiro ao longo de quatro décadas, numa produção vasta e marcada pelo ritmo acelerado das publicações periódicas. A sua obra traduz uma sensibilidade aos sucessivos gostos gráficos dos anos 20, 30, 40 e 50, e uma elegância sem esforço na gestão dos mesmos”. Essa polivalência torna difícil isolar de forma clara o seu projeto artístico autônomo durante as primeiras décadas de atividade. De personalidade reservada, a sua presença no contexto artístico nacional foi discreta e em vida não realizou uma única exposição individual. Decorador e ilustrador durante dezenas de anos, foi essa a imagem que prevaleceu até à sua morte prematura em 1962, “escondendo a do grande desenhador que ele era também”. A sua obra inicia-se na década de 1920, em sintonia com os “novos valores gráficos, dentro de um espírito modernista”. Bernardo Marques critica com humor usos e costumes, ilustra e desenha temas do quotidiano, dando-nos imagens que são “sinais de uma urbanidade nascente, que parece ter existido mais em imaginação do que na realidade” (veja-se sem título, 1922, col. CAM, FCG); a par deste mundo moderno e estilizado, inspirado na vivência da Lisboa cosmopolita e elegante, “encontramos também uma temática popular, onde se denota um profundo entendimento do povo, rural e urbano, visto não apenas como motivo etnográfico e decorativo, mas como protagonista da sociedade”. Em 1929 viaja até Berlim, destino invulgar numa época em que Paris ocupava o centro das atenções de todo o mundo da arte. A estadia na Alemanha, associada ao exemplo de Georg Grosz, altera profundamente a sua forma de pensar o desenho, tanto a nível temático como formal. “Adaptando a Lisboa o que Grosz e o expressionismo alemão lhe inspiraram”, vemos emergir temas socialmente mais intensos e uma outra atitude crítica (veja-se Sem título, c. 1930). E em novas imagens, a roçar o grotesco, “a estilização gráfica vai ser substituída por um traço mais violento”. Veremos depois a sua obra assimilar a redescoberta folclórica que se institucionaliza a partir da grande produção do Estado Novo que foi a Exposição do Mundo Português, 1940; o desvio revela-se na obra de Bernardo Marques através de inúmeras ilustrações, capas, arranjos gráficos e até publicidade. A força dos desenhos mais intensos dos anos trinta, caracterizados por linhas de contorno expressivas, encontrará contraponto em trabalhos de meados dessa mesma década onde prevalece já uma outra sensibilidade que dilui as figuras e as paisagens: “em Paris, num registo mais atmosférico, mais próximo das impressões e da poética de um espaço preenchido por sinais, as pessoas tornam-se apontamentos breves de uma multidão indiferenciada”[12]. Gradualmente, irá passar da análise dos homens à análise das coisas e concentrar-se na representação da paisagem, rural ou urbana. É esta a origem do seu modo final, da longa produção autônoma que realiza sobretudo entre 1950 e a data da sua morte. Nesse percurso solitário, nessa “descida ao interior das aparências”, irá revisitar Matisse ou Dufy em longas séries de desenhos que evocam a cidade de Lisboa ou as paisagens da Eugaria (Sintra), do Marão, Urgeiriça, Abrunhosa… ou do Algarve da sua infância, mas onde o lugar será sobretudo “o pretexto para a representação dos seus valores mais imateriais, a luz, a atmosfera, a cintilação interior que transparece nos vazios ou nos cruzamentos do preto sobre o branco”. O traço quebrado desmultiplica-se e invade o papel, num discurso fragmentário sobre o real onde os espaços nem sempre se preenchem com os contornos físicos das aparências. “São muitos os traços imaginários que desenham o rasto de uma ausência”.


  • Portugal «Notes And Pictures»

    Portugal «Notes And Pictures»
    Portugal «Notes And Pictures» «€17.00»

    Portugal «Notes And Pictures» – Editions S.N.I – Lisbon – 1952. Desc. 45  + 120 pág / 23 cm x 15 cm / Br. Ilust


  • Grandes Culturas e Civilizações

  • História da Arte Portuguesa